Sem Deus não há propósito!

Vivemos num tempo em que todos procuram e falam do propósito. Ouvimos mensagens de toda a parte que nos falam do que é o propósito, da necessidade de o conhecer. Mas o propósito é eterno: tem a sua origem no céu. Nada do que Deus criou e está nesta terra veio sem um propósito. Em tudo, Deus colocou propósito e destino. E, de forma nenhuma, poderemos conhecer o propósito da nossa vida sem acesso ao Criador dela. O único capaz de revelar o propósito para o qual algo foi criado, é o próprio Criador. Conhecermos o nosso propósito, vivermos nele e cumpri-lo nunca será algo independente de Deus.

O que é o propósito?

Propósito é a intenção original pela qual fomos criados. É a razão pela qual existimos. Propósito é a vontade de Deus para a nossa vida.

Conhecer o nosso propósito não é algo instantâneo mas, sem dúvida, é nossa responsabilidade buscar a  Deus para conhecer exatamente o que Ele quer que façamos.

Quando alguém não está no propósito de Deus, a vida não tem significado, nunca nos sentimos completos, temos falta de algo, parece não haver uma razão para a nossa existência, falta-nos a felicidade.

Mas conhecer o propósito de Deus para a nossa vida não é o suficiente. Temos que o procurar conhecer, mas com o objetivo de obedecer e cumprir. Não importa só saber se temos ou não propósito, pois já sabemos que sim, temos; a questão é: até onde estamos disposto a ir para Lhe obedecer?

Há apenas um lugar onde além de conhecer o propósito podemos entrar nele, gerá-lo dentro de nós e saber o caminho por onde devemos andar: a presença de Deus.

Quando estamos na Sua presença somos TRANSFORMADOS!

O que é a presença de Deus? É a atmosfera do próprio Deus. É tudo o que Ele é e tem. Na presença de Deus encontramos tudo o que necessitamos: Fé, esperança, amor gozo, paz, liberdade, cura, milagres e provisão! Ali somos transformados e alinhados ao propósito da nossa vida!

Todos nós necessitamos de um ENCONTRO COM DEUS!

Para quê?

  • Para sermos transformados e mudados – a presença de Deus é o único lugar onde o homem pode ser mudado e transformado. Todos nós, em algum momento, já tentámos, sozinhos e pela nossa força, mudar algo que estava errado em nós. Um defeito de carácter, um vício, um pecado, um erro sistemático. E quando o fazemos dessa forma – sozinhos e confiados em nós mesmos – o resultado é fracasso! Pode até parecer que, por um tempo, conseguimos vencer, mas se o homem se pudesse mudar a si mesmo, não necessitaria de Deus!
  • Para sermos portadores da presença de Deus! Qualquer área da nossa vida que não esteja cheia de Deus, o inimigo vai tratar de encher. Qualquer área que não está submetida a Deus, o inimigo vai tratar de dominar. Só os contínuos encontros com Deus nos poderão trazer mudança, força e transformação!

O que produz em nós os encontros com Deus?

  • Os encontros com Deus deixam um impacto dentro de nós. Nós temos que ser uma geração de impacto: impactados com a presença de Deus, podemos impactar outros! Transformados por Deus podemos levar outros à transformação! O que é que te inspira? O que é que te motiva? De que estás à espera para correr para a Sua presença, permitir que Ele te transforme, te mude, te complete?
  • Os encontros com Deus transformam-nos. O nível do impacto é o mesmo nível da tua transformação. Quanto mais forte seja o impacto, mais forte será a transformação.
  • Os encontros com Deus deixam-nos com o desejo de buscar a Deus.

Qual é o requisito para ter um encontro com a presença de Deus?

  • FOME! A fome introduz-nos num encontro com Deus. Quanto mais buscamos Dele, mais fome temos Dele.

Repito: o foco não está no teu propósito, porque o tens, mas até que ponto estás disposto a ir para o cumprir? Este é um tempo especial, um tempo designado por Deus. Um tempo em que tu podes decidir se queres viver conformado com a situação, preso à religião, sem compromisso, sem direção, procurando viver apenas um bom momento com Deus, na igreja, com os irmãos; reflete se estás apenas a cumprir um ritual, se te tornaste tão ou mais religioso do que aqueles a quem chamas de religioso, simplesmente porque não te atreveste a dar o passo, a saltar a linha do conformismo, porque te adaptaste e pensas que não há mais nada!

Mas o sobrenatural de Deus é infindável! Há mais! Há sempre mais! Há mais para cumprir, há mais para viver, há mais para conhecer de Deus, Ele é infinito! Determina ter encontros com Deus, não tenhas medo da mudança nem que Ele te transforme, permite que o fogo de Deus te queime e não se apague dentro de ti!

Uma pessoa sem fogo, sem paixão, ela torna-se um cristão casual, indiferente e sem compromisso, desinteressado da presença de Deus, auto-suficiente e independente, passivo, faz orações aborrecidas, não quer servir os outros, tolera o pecado, compromete princípios, não tem comunhão com Deus, e aparenta piedade, aparenta “Cristianismo” mas anula a eficácia do Seu poder, ou seja, são pessoas que não são transformadas, não creem em milagres, criticam o sobrenatural. E só critica o sobrenatural de Deus, quem não o tem, não o experimenta nem o vive!

Mas a geração que Deus está a levantar nesta terra, neste lugar, neste tempo é uma geração como diz 1 Pedro 2:9:

Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”.

Foste chamado para ser anunciador das virtudes, do poder de Deus! Foste chamado a cumprir um propósito designado no Céu. Esse propósito só se cumprirá quando temos encontros contínuos e diários com o Criador desse propósito. Esses encontros trarão um impacto tal à nossa vida, que seremos transformados e incendiados com o fogo da Sua presença. Esse fogo vai trazer:

  1. Mudança no nosso coração
  2. Transformação da mente
  3. Compromisso com Deus
  4. Fome pela Sua presença
  5. Demanda pelo sobrenatural
  6. Perseverança para ver mais de Deus

Decide hoje permitir que Deus te transforme a tal ponto que experimentes tudo de bom, agradável  e perfeito que Ele já preparou para ti!